Sexta-Feira

12,00

Descrição

A peça ‘Sexta-feira: O fim do mundo… Ou então’, estreada em novembro de 2020 no Teatro Nacional D. Maria II no âmbito do Festival Alkantara, é o último dos dias úteis do ciclo Sete Anos Sete Peças. A seguir vem o fim-de-semana, Sábado e Domingo. Imaginar os dias de descanso tornou-se um luxo. O valor do trabalho evapora-se com o ar de fim dos tempos que assombra o mundo. A ideia de fim do mundo ameaça paralisar a acção e o pensamento. Mas a história ainda se move, o tempo ainda avança, inexorável. Em 1947, alguns dos cientistas do Projeto Manhattan, que tinham acabado de inventar a bomba atómica, criaram, em resposta aos massacres de Hiroshima e Nagasaki um relógio do fim do mundo, que marca o tempo que restaria para o apocalipse. Estamos a 100 segundos da meia-noite simbólica. É o mais perto do fim que alguma vez o relógio marcou. Esta Sexta-feira, Cláudia Dias junta-se a António Jorge Gonçalves, Vasco Vaz e Miguel Pedro para fechar a semana, imaginar o futuro imediato e passar a meia-noite. Talvez o fim deste mundo seja apenas o começo de um mundo novo.

Informação adicional

de

Cláudia Dias e António Jorge Gonçalves

Editora

Teatro Nacional D. Maria II /

Edição

Fevereiro de 2021

Encadernação

Capa Dura

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Sexta-Feira”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.