Pensar a Estratégia – Do Político-Militar ao Empresarial

17,97

Disponível por encomenda a fornecedor

Descrição

Esta obra tem a notável particularidade de se desenvolver em torno de um debate de ideias que dois estrategistas com visões antagónicas entenderam dever travar e, a seguir, publicar. É um debate construtivo sobre alguns dos principais temas e problemas da teoria da estratégia. Mas é também um cora-joso exercício de confronto intelectual.

Pode o pensamento estratégico ser empregue no contexto empresarial? Serão os conceitos fundamentais do saber estratégico igualmente aplicáveis aos conflitos militares que ocorrem no palco da política internacional e à rivalidade entre competidores que pretendem conquistar mercados e cativar clientes? Deve a estratégia ser encarada como uma ética do conflito ou como uma luta pela vantagem? O que distingue a relação estratégica da relação de coopera-ção? Como definir os limites e a essência da estratégia: onde começa, onde deve acabar e o que a distingue de outras áreas do agir humano? O que pode o actor estratégico fazer para garantir superioridade? Deve a busca da superiori-dade submeter-se às regras da prudência?

Os argumentos e contra-argumentos de António Horta Fernandes e Francisco Abreu são comentados por António Paulo Duarte, José Manuel Fonseca e Viriato Soromenho-Marques. No final, o Posfácio de Abel Cabral Couto deixa caminhos em aberto, de tal modo que esta multifacetada reflexão sobre o que é e para que serve a estratégia alimentará seguramente novos debates.

Informação adicional

de

Francisco Abreu e António Horta Fernandes

Editora

Edições Sílabo

Edição

Abril de 2004

Encadernação

Capa Mole

Páginas

232

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Pensar a Estratégia – Do Político-Militar ao Empresarial”

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.