O Táxi N.º 9297

17.00

Descrição

Em março de 1926, verificou-se em Lisboa o assassínio da atriz Maria Alves, estrangulada num táxi com o número 9297 e lançada para a valeta. Investigando por conta própria e baseando-se em anteriores crimes semelhantes, o jornalista Reinaldo Ferreira, conhecido como Repórter X, sugere, nos jornais, que o culpado é o ex-empresário da vítima, Augusto Gomes. Posteriores investigações policiais confirmam a hipótese. 

No ano seguinte, Reinaldo Ferreira aluga os estúdios Invicta Film, no Porto, para realizar o filme O Táxi N.º 9297, que tem como ponto de partida a morte de Maria Alves e vai obter os elogios da crítica e a adesão do público.

Entre os atores, está a já então famosa Maria Emília Castelo Branco no papel de Raquel de Monteverde. Aproveitando o êxito do filme, Reinaldo Ferreira adaptou o enredo ao teatro, escrevendo a peça que agora se reedita como novela policial. 

Trata-se de um dos primeiros «policiais» escritos por um autor português, onde um enigma surge envolto num enredo de estranhas personagens e uma conspiração internacional que tem Lisboa como cenário.

Informação adicional

Autor

Reinaldo Ferreira
(Repórter X)

Editora

Relógio D'Água

Edição

Abril de 2019

Encadernação

Brochado

Páginas

152

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “O Táxi N.º 9297”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.