O Mito da Razão

12,00

REF: 9789895317813 Categorias: , , Etiqueta:

Descrição

A razão não é um mito; mas o mito diz respeito ao surgimento da razão. Segundo o pensamento ocidental, a razão teria nascido na Grécia Antiga e seria sua propriedade exclusiva. Assim o foram aplicando por decreto, em particular nos territórios extraeuropeus e ao longo dos séculos, missionários, colonos, agentes políticos, historiadores, antropólogos. Todos negaram o uso da razão aos povos que doutrinaram, massacraram, estudaram, exploraram.

Este livro parte de um problema de tradução, quando o autor, no I Encontro Intercontinental pela Humanidade e contra o Neoliberalismo (Chiapas, 1995), ficou encarregado de traduzir a declaração de boas-vindas do EZLN proferidas pela comandante Ana María.

A braços com a rigidez linguística da sua língua estatal, foi levado a compreender a complexidade semântica de uma língua maia e a sua grande diferença comparativa ¿ porque os seus falantes indígenas, ao contrário dos povos da mercadoria, não concebem senão uma relação horizontal de reciprocidade entre iguais, que se manifesta na língua.

A partir dessa dificuldade de interpretação, o autor procede a um estudo das muito divergentes concepções mentais, sociais e políticas que regem a cultura ocidental, assente no Estado, e as culturas indígenas mexicanas regidas pela comunalidade.

Informação adicional

de

Georges Lapierre

Desenhos

Manu Ramirez Valle e Enrique Diáz

Editora

Antígona

Edição

Setembro de 2021

Tradução

Ana Marques e Júlio Henriques

Encadernação

Capa Mole

Páginas

144

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “O Mito da Razão”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.