O Beijo da Mulher Aranha

15,14

Disponível por encomenda a fornecedor

REF: 9789727087211 Categorias: , , Etiquetas: ,

Descrição

« A história de Valentín Arregui Paz, ideólogo revolucionário, encarcerado numa prisão argentina com Luis Molina, homossexual e aspirante a femme fatale…»

Manuel Puig nasce perto de Buenos Aires e morre em no México em 1990. Em 1968, estreia-se na literatura com “A traição de Rita Hayworth”. Em 1973, Puig deixa a Argentina para instalar-se no México. Em 1976, publica “O Beijo da Mulher Aranha”. Com os seus romances seguintes, “Púbis angelical” (1979), “Maldição eterna para quem leia estas páginas” (1981), “Sangue de amor correspondido” (1982) e “Cai a noite tropical” (1988), confirma ser um dos mais importantes escritores argentinos contemporâneos. Valentin Arregui Paz, ideólogo e aspirante a revolucionário, encontra-se encarcerado numa célula de prisão argentina com Luis Molina, homossexual e aspirante a femme fatale. Estabelecem um curioso diálogo sobre as utopias do nosso século: Hollywood e a Revolução. Escrito em 1976 e imediatamente proibido na Argentina, “O Beijo da Mulher Aranha” foi considerado pela crítica como um dos melhores romances de Manuel Puig. O cinema rendeu-lhe homenagem com um filme inesquecível de Héctor Babenco.

Informação adicional

de

Manuel Puig

Editora

Relógio D'Água

Edição

2003

Tradução

Elsa Castro Neves

Encadernação

Capa Mole

Páginas

286

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “O Beijo da Mulher Aranha”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.