Fazer a Mão: por uma escrita inventiva na universidade

18.90

REF: 9789899994454 Categorias: , , Etiquetas: ,

Descrição

Neste livro, Jorge Ramos do Ó repensa a escrita produzida na Universidade e, com ela, o que é a Universidade: quais os constrangimentos que opera, as formatações e as forças que nela prevalecem para a fixação de sentidos e para a progressiva rigidez dos modos de pensar. 
A sua análise, que remonta a Platão e revisita os métodos de ensino ocidentais que se sucederam desde esse momento de eleição da escrita em detrimento do oral, opera um diálogo constante com o presente para o confrontar com o passado. A par dessa genealogia, Jorge Ramos do Ó faz um intenso trabalho em torno de um conjunto vasto de autores, entre os quais Quintiliano, Erasmo de Roterdão, Michel de Montaigne, Walter Benjamin, Roland Barthes, Maurice Blanchot, Michel Foucault, Jacques Derrida, Pierre Bourdieu, Michel Serres, Gilles Deleuze, Paul Ricoeur ou António Nóvoa, que resulta na proposta – e desejo – de mudar radicalmente a Universidade através da cultura de reciprocidade professor/aluno e de uma escrita anti-normativa e inventiva.

Informação adicional

Autor

Jorge Ramos do Ó

Editora

Edições do Saguão

Edição

Agosto de 2019

Encadernação

Brochado

Páginas

558

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Fazer a Mão: por uma escrita inventiva na universidade”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.