Exupéry significa perder-se

8,00

REF: 2000800006835 Categorias: , , Etiquetas: ,

Descrição

NOTAS COLADAS AO COCKPIT

1.
De certo modo, dos dez mil pés para cima, somos todos sobre-realistas.

2.
Lembra-te: o leitor não é co-piloto. Manda-o dar uma volta lá, donde veio, e senta-te calmamente a cerzir a barreira do som.

3.
Naturalmente, não deixo nada ao azar. Trago óculos de piloto para que não me vejam no olhar o dois de paus.

4.
Estorninhos gaios-azuis cotovias pintarroxos
A boa turbina tudo tritura.

5.
Não deixem o André Breton ao leme. Os últimos tombou-os num crepúsculo todo ele conquistadores e fruta morta.
Nunca revi ameaça assim.

6.
Isto a que chamamos mortalidade é uma nuvem em veloz condensação. Atravessa-a única preciosa — não à velocidade do teu medo
Vá, que já lixámos o juízo aos kamikaze.

Douda Correria#81

Exupéry Significa Perder-se – Yiannis Stiggas
(tradução do grego por José Luís Costa/ capa de Tiago Cutileiro/ composição por Joana Pires)

Yannis Stiggas nasceu em Atenas, em 1977. Estudou medicina. Tem poemas traduzidos em oito línguas, incluídos em antologias na Grécia e fora dela. Vive em Atenas, onde trabalha como médico.

Informação adicional

de

Yannis Stiggas

Editora

Douda Correria

Edição

Maio de 2017

Tradução

José Luís Costa

Encadernação

Capa Mole

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Exupéry significa perder-se”

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.