Do Assassínio Como uma das Belas-Artes

13,00

REF: 9789726084044 Categorias: , ,

Descrição

Para a composição de um assassínio a preceito, exigem-se mais do que dois néscios, um para matar e outro para morrer, uma faca, uma bolsa e uma viela escura.

Clássico do humor negro e da provocação, Do Assassínio Como uma das Belas-Artes (1827) é uma prelecção sobre, digamos assim, a arte de obrigar alguém a esticar o pernil.

Recorrendo a uma panóplia de homicidas exemplares, do bíblico Caim a novos aficionados com provas dadas na área, esta obra que influenciou várias gerações de escritores – de Poe a Baudelaire, de Gogol a Borges – é recheada com mais dois opúsculos sobre a arte de cortar gasganetes com estilo e sobre a relação entre a violência e o sublime.

Porque, segundo o autor, um assassínio comme il faut é, à luz de considerandos estéticos, um exercício tão digno de ser apreciado como uma bela obra artística.

Informação adicional

de

Thomas de Quincey

Editora

Antígona

Edição

Novembro de 2021

Tradução

João da Fonseca Amaral

Encadernação

Capa Mole

Páginas

168

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Do Assassínio Como uma das Belas-Artes”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.