Capitalismo em Quarentena – Notas sobre a crise global

15,00

Descrição

Seja como for o futuro, da experiência vivida no momento da pandemia convém guardar na memória o que constitui a «vida» que nos é destinada pelo capitalismo.

O novo coronavírus criou uma crise sem precedentes. A epidemia, que nos faz «escolher entre a bolsa e a vida» e «não é uma interrupção temporária da normalidade, mas a expressão mais concentrada dessa absurda normalidade», disseminou-se a um ritmo avassalador, bloqueou a economia mundial e confinou populações numa escala planetária.

Não só despertou o lado negro das sociedades capitalistas e a sua tentação de recorrerem a arsenais de vigilância de contornos distópicos, como revelou o valor atribuído à vida humana por apologistas do darwinismo social em tempos pandémicos.

Ao traçarem os contornos de um mundo estagnado e atolado no sobre-endividamento, os autores de Capitalismo em Quarentena reflectem sobre as relações entre Estado e economia, saúde e lucro, normalidade e estado de excepção, à luz da crítica do valor e da marcha inexorável do capitalismo rumo ao colapso estrutural e ambiental.

Informação adicional

de

Anselm Jappe, Clément Homs, Gabriel Zacarias e Sandrine Aumercier

Editora

Antígona

Edição

Agosto de 2021

Encadernação

Capa Mole

Páginas

144

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Capitalismo em Quarentena – Notas sobre a crise global”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.