A Biologia da Crença – Como libertar o poder da consciência da matéria e dos milagres

16,90

Disponível por encomenda a fornecedor

REF: 9789892353371 Categorias: , , Etiquetas: , ,

Descrição

Como libertar o poder da consciência, da matéria e dos milagres. Bruce H. Lipton tinha sete anos quando pela primeira vez pôs os olhos num microscópio. Foi amor à primeira vista. Anos mais tarde, já professor de Medicina na Universidade do Wisconsin, sentiu esmorecer a sua paixão pela vida das células: o pai tinha morrido, ele estava a divorciar-se e não progredia nas investigações… Foi o melhor que lhe aconteceu. Farto de tudo, tirou um ano sabático e foi dar aulas numa pequena universidade na ilha de Montserrat, nas Caraíbas.

Naquele cenário paradisíaco foi capaz, finalmente, de relaxar e pensar. Teve então uma epifania e fez a descoberta que viria a mudar o mundo da Biologia: não são os genes nem o ADN a controlar o nosso corpo; antes pelo contrário, o comportamento das nossas células é controlado por sinais exteriores à própria célula – incluindo as mensagens energéticas que emanam dos nossos pensamentos.

A descoberta, fundamental para a Epigenética, ocuparia toda a sua vida a partir daquele momento. As implicações são extraordinárias a todos os níveis. Ou seja, sabemos agora que os nossos pensamentos e ações podem mudar a essência do ser humano – temos o poder de alterar o que julgávamos impossível: o nosso próprio ADN.

Obra absolutamente pioneira e um bestseller desde a sua publicação, A Biologia da Crença e aqui apresentada na versão revista e atualizada pelo autor e com uma nova tradução.

Informação adicional

de

Bruce H. Lipton

Editora

Lua de Papel

Edição

Abril de 2022

Encadernação

Capa Mole

Páginas

368

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “A Biologia da Crença – Como libertar o poder da consciência da matéria e dos milagres”

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.