Novidades




Destaques


Como Um Pedaço de Terra Virgem

Virgínia Dias começou a fazer poemas antes de saber escrever. Inspirava-se nos poetas populares, nos contos da avó, nas peças de teatro que via ao seu colo e que imitava às escondidas no dia seguinte. Inspirou-se sobretudo na injustiça, o grande mote da sua poesia. No inferno da ceifa e do suão, na humilhação do manajeiro, no salário de miséria, na escola interrompida aos 11 anos para ir trabalhar no campo, esse campo que é ao mesmo tempo a sua prisão e a sua paixão.
Aos 40 anos o marido descobriu-lhe poemas guardados em gavetas. Tinha vergonha de ser poeta sem métrica. Ocasionalmente, participou em concursos nos quais arrebatou prémios e menções honrosas. Pierre-Marie Goulet filmou-a cantando e dizendo poemas seus na triologia iniciada com o filme Polifonias. A sua poesia, essencialmente oral, foi sendo publicada e recolhida, primeiro por Paulo Lima, depois por Marta Ramos. Passados mais 40 anos, está finalmente reunida nesta antologia quase completa, à qual se junta um CD de poemas ditos entre canções e histórias da vida, com vista sobre a planície e todo o universo que dali se vislumbra.


Obra Reunida

Nem de propósito.

«E variando agora um pouco, quer de ambiente quer de amigos, amigos são também alguns que cruzam a porta da &etc, venerável buraco da Rua da Emenda onde se fala de muita coisa: livros, traduções, poesia, tudo menos dinheiro.»

Rui Caeiro, «Mis amigos», in «O Sangue a Ranger nas Curvas Apertadas do Coração», Maldoror, 2019.



Novidades Ficção



Os Medina e Vasconcelos

A Academia Portuguesa da História acaba de distinguir com o Prémio Fundação Calouste Gulbenkian – História da Presença de Portugal no Mundo a obra Os Medina e Vasconcelos: História de uma Família, de Maria de Lurdes Caldas

Shaping Shape

Após um longo período de trabalho a Architectural Affairs irá lançar a sua primeira publicação intitulada “Shaping Shape” perseguindo a vontade de disseminar a reflexão daquelas que são as tangências disciplinares da Arquitetura.

A nova editora da Universidade de Lisboa


Novidades Literatura Infanto-Juvenil

Princesas que Mudaram a História

Oito contos maravilhosos de princesas que decidiram mudar a história que lhes tinham contado.

Princesas do rock, do cinema, das palavras… da vida. Princesas que não nasceram princesas, que fizeram o seu caminho até conquistar o seu reino. Princesas incríveis que, como tu, inventaram outra forma de ser princesas.

Patti Smith, Karen Blixen, Malala, Michelle Obama, Kathy Switzer, Mary Quant, Penélope Cruz e, claro, tu.

Um livro mágico que tem um espaço reservado para ti, para que o possas completar com a tua história.

Histórias de princesas que nunca te contaram.



Música

Novidades Música

Em Destaque: Les Amazones d’Afrique, Amazones Power

Playlist Semanal